Como aproveitar as mudanças na legislação em benefício dos negócios

Nos últimos anos, de olho na regularização e na legalidade da prestação de contas das empresas, o governo brasileiro baixou algumas leis e normativas que, cedo ou tarde, vão bater à porta do empreendedor. Elas podem até trazer uma certa dor de cabeça no início, mas você já parou para pensar que, em meio a todas essas mudanças na legislação, sua empresa pode tirar proveito e conquistar benefícios para os negócios?

Isso porque as novas diretrizes organizacionais e fiscais acabam exigindo investimentos e adequações de rotina que, caso feitas sem um bom planejamento, podem comprometer seriamente a saúde financeira do negócio e prejudicar bastante os processos de produção. A boa notícia é que se o empreendedor for capaz de fazer uma boa gestão das oportunidades que chegam acompanhadas das mudanças na legislação, o negócio pode disparar em qualidade e produtividade e ganhar um verdadeiro diferencial em meio à concorrência.

Benefícios para os negócios que já nasceram de outras normativas

Para considerar um exemplo recente, basta pensar no eSocial, o módulo do Sistema de Escrituração Pública Digital (Sped) que simplifica e unifica a entrega das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais em todo país. Nesse programa, que atinge negócios de todos os portes e segmentos e exige agilidade e precisão na prestação de contas, o grande desafio sempre foi a capacidade das empresas terem a informação qualificada em mãos para entregá-la aos órgãos fiscalizadores dentro do prazo previsto.

Não é preciso dizer o quanto essa mudança impactou a rotina de empresas que, por exemplo, ainda não contam com o suporte de um software de gestão e precisam correr contra o tempo para levantar todas as informações exigidas. Muitos empreendedores precisaram fazer investimentos gigantescos na modernização dos seus processos, além de se descobrirem na obrigação de lidar com um enorme banco de dados, muitas vezes confuso e difícil de interpretar.

É precisamente nesse ponto que a oportunidade aparece — mesmo que, por vezes, ela esteja mascarada pela bagunça. Isso porque, graças ao aperfeiçoamento das tecnologias e das ferramentas de coleta de dados, é possível trabalhar no aprimoramento das informações inseridas nos sistemas gerenciais das empresas, criando espaço para que o empreendedor use ferramentas de Business Intelligence (BI) e Big Data como fonte de coleta e análise de dados.

Uma vez que o raio X do seu negócio esteja disponível, você pode identificar os gargalos na produtividade, mensurar o custo da ociosidade na sua empresa, reorganizar suas equipes e planejar novas ações e estratégias de logística, por exemplo. Afinal, todas as informações vão estar ali, disponíveis e prontas para análise. Então, cabe ao empreendedor decidir entre simplesmente compilar essas informações e enviar ao governo ou estudá-las e utilizá-las em benefício do negócio.

Mudanças na legislação que podem ampliar os ganhos da empresa

Vamos pensar na aplicabilidade do tão falado Bloco K. Para quem não está tão familiarizado, o Bloco K é uma obrigação fiscal que refere-se ao registro e ao controle da produção e do estoque de uma empresa. Por conta da normativa, a agilidade e a autenticidade do inventário acabam sendo fatores essenciais para evitar auditorias e fiscalizações no estoque, por exemplo.

Mas ele também pode trazer uma série de benefícios, basta transformar a obrigação em oportunidade e manter as informações mais controladas, utilizando-as em favor dos clientes e da empresa. Afinal, com uma melhor compreensão e controle da movimentação da matéria-prima e da produção, também é possível ter um planejamento mais eficiente, reduzir custos e definir estratégias mais assertivas, certo?

É importante se atentar para o fato de que, se bem gerenciadas, as informações relativas ao Bloco K podem contribuir para a ampliação do portfólio de produtos, além de possibilitar a melhora da qualidade e da eficiência dos seus processos, pois você vai saber exatamente o que é gasto e como é gasto.

No caso do eSocial, por exemplo, é possível utilizar as informações referentes aos funcionários para estruturar um plano de cargos e salários ou padronizar o organograma da empresa. Se pegarmos a Escrituração Contábil Fiscal (ECF), é possível usar as informações para fazer um comparativo do montante de impostos pagos e verificar a possibilidade de reduzi-los ou conseguir isenções. Na verdade, todas as mudanças na legislação que impuseram novas obrigações às empresas podem oferecer dados que vão ajudar na gestão, basta olhá-los com uma visão de oportunidade.

Pode parecer difícil em um primeiro momento, mas vale lembrar que a mudança, independentemente de ser espontânea ou obrigatória, é sempre um requisito indispensável para prosperar e sobreviver diante da concorrência. Do contrário, a estabilidade financeira pode ser comprometida. Cabe ao empreendedor saber a hora de abrir as portas do negócio para processos inovadores, que sejam capazes de otimizar tarefas e dar qualidade às atividades, eficiência às equipes e segurança às tomadas de decisões.

E a YNOS está aqui para ajudar o seu negócio a enfrentar as mudanças na legislação e aproveitar todas as oportunidades para crescer. Com o ERP Radar Empresarial, além de ter a segurança de cumprir todas as obrigações, pois o sistema está totalmente adequado para atender às novas leis e normativas, você consegue ter uma visão completa e integrada da empresa, conseguindo geri-la de forma muito mais eficiente e prática. Entre em contato com a gente! Vamos, juntos, otimizar a administração da sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *