Empréstimo ou financiamento? Entenda a diferença!

Quando as contas apertam ou a oportunidade de investir em uma ação ou projeto aparece e a empresa precisa optar por um empréstimo ou financiamento, qual deles escolher? Muitos empreendedores acreditam que a diferença entre as duas modalidades é apenas nominal e que, no fim das contas, o impacto sobre as finanças do negócio será o mesmo. Mas eles estão enganados, pois a verdade é que existem distinções importantes entre elas.

Por isso, para não ter uma surpresa e descobrir apenas na prática quais são essas diferenças, é necessário, antes de mais nada, compreender o seu próprio negócio e entender as suas necessidades. Isso porque, em linhas gerais, o que distingue as duas modalidades de crédito são os prazos de pagamento, as garantias e as taxa de juros.

Embora não seja regra, é comum que o empréstimo seja solicitado nos casos mais imediatos, como para saldar uma dívida. Já o financiamento é utilizado e indicado, geralmente, quando o empreendedor tem a intenção de investir em bens ou projetos específicos, como a aquisição de um imóvel ou a reforma do escritório.

Empréstimo

Nesta modalidade de linha de crédito não existe a obrigação de informar à instituição financeira como você pretende utilizar os recursos. Além disso, não há a necessidade de oferecer garantias em troca da concessão do valor.

Sem essas exigências, a burocracia reduz significativamente, uma vez que a liberação do dinheiro acontece depois de uma consulta em cadastros de inadimplentes, como a Serasa Experian.

Se a burocracia é reduzida, os juros costumam ser um pouco mais salgados nesta modalidade, funcionando como uma “arma contra a inadimplência”, afinal, em caso de calote, é a instituição financeira que arca com a dívida.

As taxas de juros não possuem um padrão ou tabelamento. Os valores cobrados variam de acordo com a instituição financeira e, em muitos casos, elas disponibilizam simuladores on-line que permitem calcular o percentual de acordo com o valor pretendido.

Financiamento

Diferentemente do empréstimo, as regras por aqui são mais rígidas, a começar pela indicação do destino dos recursos concedidos. Por exemplo, se sua empresa precisa adquirir um novo equipamento e recorre ao financiamento, é exatamente na compra dele que o recurso deve ser investido.

Além de garantir o uso do dinheiro no destino informado, para a concessão de financiamento é necessário apresentar uma garantia. Geralmente, essa garantia é uma hipoteca ou uma alienação fiduciária. Na hipoteca, um imóvel é utilizado como garantia de pagamento. Já na alienação fiduciária, o próprio objeto do financiamento é transferido à instituição como garantia de que o valor será pago integralmente.

Além disso, mesmo que a documentação exigida varie, é comum que orçamentos, balanços financeiros e DRE (Demonstrativo de Resultados do Exercício) sejam solicitados pelas instituições financeiras. São esses dados que elas utilizam para avaliar as condições de quem solicita os recursos.

O processo mais burocrático dá mais segurança à instituição financeira e, embora pareça dificultar o procedimento, essas garantias também trazem vantagens a quem solicita essa linha de crédito. Com menos risco, a operação acaba gerando redução na taxa de juros e aumento de prazo para pagamento.

Empréstimo ou financiamento: a importância de uma boa gestão financeira

Fazer um empréstimo ou financiamento é bastante comum no mundo dos negócios, mas, muitas vezes, a solução pode estar um passo antes de solicitá-los. Apesar de que em alguns casos o aporte financeiro de recursos externos seja inevitável, em outros, diversas questões podem ser resolvidas “dentro de casa”, com uma gestão financeira qualificada e eficaz. Sobre isso, inclusive, temos uma ótima dica: um e-book que ensina a controlar as finanças e aumentar o lucro da sua empresa. Faça do download gratuito e aproveite as dicas:

Para não cair em um empréstimo ou financiamento sem necessidade, o uso de uma boa solução ERP como suporte para uma gestão financeira capaz de prever e solucionar problemas econômicos é uma ótima saída. E para dar este suporte de peso à administração da sua empresa, a YNOS oferece o ERP Radar Empresarial, que conta com uma solução específica para a gestão financeira.

O sistema integra processos de vendas, cobranças, recebimentos, orçamentos, compras, pagamentos, bancos, conciliações, gestão por centro de resultado e fluxo de caixa. Assim, permite que os gestores contem sempre com informações agrupadas de maneira inteligente, facilitando seus processos e garantindo a eles agilidade, controle e segurança para a tomada de decisão estratégica, como, por exemplo, o momento certo para fazer um empréstimo ou financiamento.

Que tal conhecer melhor o software e descobrir como podemos auxiliá-lo a maximizar seu lucro? Entre em contato com a gente! Nossos especialistas estão à disposição para ajudar sua empresa.

Uma resposta para “Empréstimo ou financiamento? Entenda a diferença!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *