Sistema de gestão da qualidade

Sistema de Gestão da Qualidade: o que é e quais suas vantagens na indústria

Inovação e transformação são palavras de ordem no mundo empresarial. Porém, há alguns valores e princípios da gestão que são atemporais e imutáveis, mesmo que as tendências de consumo mudem constantemente. É o caso do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ). Nascido no começo dos anos 1990, ele continua atual e sua utilidade é visível na hora de organizar o planejamento estratégico das empresas em todo o mundo.

Podemos definir o SGQ como a estrutura organizacional responsável por gerenciar e garantir a qualidade do produto, levando em consideração os recursos e os procedimentos operacionais necessários para fabricá-lo. Para isso, suas regras devem ser registradas e formalizadas em um Manual da Qualidade, estabelecendo qual é o modelo de gestão da qualidade apropriado.

Em outras palavras, o SGQ em uma indústria orienta como os processos devem ser realizados, com quais recursos e sob responsabilidade de quem.

Os princípios da gestão da qualidade

O Sistema de Gestão da Qualidade reúne todos os processos relacionados às atividades industriais para atender à política de qualidade e aos objetivos da empresa. Por meio dele, a indústria consegue controlar e padronizar seus processos, além de medir a eficiência das decisões para atingir a qualidade. Para isso, a gestão da qualidade é baseada em oito princípios:

1 – Foco no cliente

Uma empresa sem cliente não sobrevive, certo? Então, o SGQ prevê uma busca constante em satisfazer o cliente hoje, tentando prever, inclusive, suas necessidades futuras. Isso tem que ficar claro para todos na indústria, mesmo nas ações mais simples. Os colaboradores devem saber da importância de suas atividades e como isso impacta diretamente na satisfação do cliente.

2 – Liderança

A indústria precisa ter pessoas capazes de liderar. E não estamos falando apenas daqueles que possuem cargos gerenciais. É necessário formar profissionais que tenham atitude para liderar mudanças, ações e resultados. Sem bons líderes, as chances do seu SGQ falhar são bastante altas.

3 – Envolvimento dos profissionais

Contar com o envolvimento de todos os colaboradores na implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade é garantir que utilizem todas as suas habilidades em benefício do negócio. Eles devem se envolver com os problemas e ajudar na busca por soluções.

4 – Abordagem de processos

Este tipo de abordagem permite uma visão sistemática do funcionamento da empresa como um todo, acompanhando as entradas e saídas de recursos e possibilitando o alcance mais eficiente dos resultados desejados.

5 – Tomada de decisão baseada em fatos

Todas as decisões dentro do SGQ devem ser tomadas com base em dados concretos e na análise de informações. Uma das melhores formas de fazer isso é implantar um sistema eficiente de monitoramento, garantindo, assim, que essa atividade seja feita continuamente e forneça subsídios sempre atualizados para uma tomada de decisão assertiva.

6 – Melhoria contínua

Dentro do SGQ, a melhoria contínua no gerenciamento de pessoas e processos deve ser o principal foco do gestor e de sua equipe, pois só assim é possível garantir que a indústria mantenha a qualidade de seus produtos e siga crescendo e se desenvolvendo.

7 – Relacionamento com fornecedores

A relação com os fornecedores deve ser de parceria, pois os negócios dependem um do outro. Tem que funcionar como um sistema de ganha-ganha, pois, assim, as duas partes tendem a agregar mais valor ao trabalho. Além disso, um bom relacionamento gera vantagem sobre a concorrência, uma vez que o comprometimento das partes reflete na qualidade do produto oferecido, em prazos de entrega mais curtos e, como consequência, na satisfação do consumidor.

Gestão financeira na indústria

Os benefícios do Sistema de Gestão da Qualidade nos processos industriais

Pelos próprios princípios da gestão da qualidade já dá para ver que a adoção de um SGQ se dá tanto pela comprovada intensificação dos resultados quanto pelo seu conceito de melhoria contínua, em que as mudanças são aplicadas em todos processos industriais, possibilitando uma evolução na imagem, no desempenho e na cultura organizacional.

Vale lembrar ainda que entre as vantagens do SGQ está a redução de custos. Depois de passar pelos filtros do sistema, é possível identificar as etapas que envolvem retrabalho e ociosidade das equipes, tornando mais fácil eliminá-las. Além disso, a implantação do Sistema de Gestão da Qualidade é o primeiro passo para conquistar a certificação ISO 9001, que atesta a real qualidade de uma empresa.

A sua indústria está pronta para aproveitar todas essas vantagens? O primeiro passo é contar com um bom software de gestão industrial, que atenda às exigências da ISO e aperfeiçoe todos os processos do negócio, como o ERP Radar Empresarial, que oferecemos aqui na YNOS. Essa solução integra todas as áreas da empresa e atende os requisitos para uma gestão da qualidade eficiente. Para saber mais, entre em contato conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *